Biblioteca Municipal “Orígenes Lessa”

A Biblioteca Municipal “Orígenes Lessa”, foi criada por Zanderlite Duclerc Verçosa em 21 de Dezembro de 1961, funcionando provisoriamente em uma sala improvisada e emprestada no prédio do Ubirama Tênis Clube. Em  abril de 1961 foi criada a Lei de nº 506, que previa a remodelação da então Praça da Bandeira, bem como a construção de um conjunto arquitetônico compreendendo Concha Acústica e a Biblioteca. O prédio especialmente
construído para abrigar a Biblioteca da cidade, de propriedade da Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista, oferecia um local  próprio e adequado para acomodar o acervo, que crescia a cada campanha de doação encabeçada pelo então patrono e ilustre cidadão lençoense, o escritor Orígenes Lessa.
A majestosa obra de arquitetura destaca-se pelo estilo moderno, situada numa área central  de rápida localização, muita visibilidade e de fácil acesso. A construção teve a orientação dos engenheiros Bernardo Schomann de São Paulo e do encarregado Cezar Hel Rosso lençoense.
No início, a Biblioteca possuía uma circulação de 20 pessoas por dia (entre adultos e estudantes de todas as escolas), e atendia aos 150 sócios permanentes, com um acervo de mais de 2.000 livros e funcionava de segunda a sexta-feira das 13h30 às 17h30, segundo o primeiro relatório de atividades. Hoje, após enormes doações realizadas graças à campanha de Orígenes junto aos amigos escritores da Academia Brasileira de Letras (as chamadas Caravanas Literárias), e além das constantes doações da população e aquisição de novos livros, a BMOL tem em acervo informatizado até o momento, aproximadamente 100.000 livros, estes localizados somente na biblioteca central, ainda há cerca de outros 20.000 que estão divididos nas bibliotecas: Ramal I, Ramal II, Ramal II, Biblioteca Infantil e Espaço Cultural “Cidade do Livro”, o que totaliza aproximadamente 120.000 livros. A Biblioteca Municipal “Orígenes Lessa” atende em média 170 pessoas por dia, totalizando um atendimento anual de cerca de 36.000 usuários entre pesquisa local, retiradas de materiais e solicitações de pesquisa via internet. A BMOL funciona de segunda à sexta-feira das 08h às 20h.
A Biblioteca oferece um vasto acervo sobre assuntos diversificados, de interesse da população, lançamentos e uma ampla coleção de títulos da literatura brasileira. Possui seções especiais como a “Sala de Obras Autografadas” onde reúne obras com dedicatórias e autógrafos feitos por escritores ícones da literatura nacional e regional. “Museu Literário” situado no piso superior onde obras do começo do século XX, estão disponíveis para o completo uso dos usuários. “Seção de Obras de Referência”, com obras de consulta de vários gêneros e para várias finalidades, dicionários, mapas, guias e enciclopédias temáticas.
A BMOL oferece empréstimo domiciliar, sendo o prazo de 10 dias para o usuário ter posse da obra, podendo ser renovado por igual período dependendo da obra e procura do material. Oferece Exposições; Boletim Eletrônico informando os usuários e a comunidade sobre novas aquisições, ranking dos livros mais retirados e mantém um canal aberto para a publicação de sugestões de leituras enviadas pelos leitores; “Feira do Troca-Troca” ação reconhecida pelo Programa Nacional do Livro e da Leitura (PNLL) como um dos 50 projetos nacionais que melhor promovem o incentivo à leitura e democratização do acesso aos livros, é realizada (periodicamente) e troca com a comunidade, obras que a biblioteca possui em excesso mas que podem ser úteis para os cidadãos e como moeda os cidadãos podem trocar obras que tenham e estejam em desuso em casa. A BMOL também desenvolve anualmente concursos literários (classe adulta ou infantil) e visita de escritores. (Fonte: site oficial)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Se lhe convier, comente esta notícia. Seremos sempre gratos, por isso.